sexta-feira, 24 de abril de 2009

Be free. Be linux!

Muitas pessoas sabem que eu utilizo linux no meu notebook. E muitas pessoas me perguntam por que. Responderei aqui.

Existem 3 sistemas operacionais muito utilizados para desktops (e notebooks) hoje: Windows, OS X e Linux. Cada um deles tem suas versões, distribuições, ect.

A grande vantagem do Windows é o número de aplicativos desenvolvidos para rodar nele, desde jogos até softs profissionais de alta performance.

A grande vantagem do OS X é que ele é desenvolvido pela Apple para rodar na arquitetura do Mac. É muito estável e confiável. Mas rodar bem mesmo, é no Mac.

A grande vantagem do linux é, na minha opinião, a comunidade. Linux é mais que um sistema operacional: é uma comunidade. É estável, bonito e seguro. É barato, também, pois é gratuito. Mas a comunidade que te ajuda e te incentiva a aprender é, no meu ver, o principal.

Se excluirmos o OS X, e assumirmos que ele é perfeito para Mac, então sobra-nos Windows e Linux para os demais desktops. Como eu não uso jogos ou programas que não existam equivalentes bons em opensource, não preciso da grande vantagem do Windows.

Mas tem mais um fator, o que para mim é fundamental. Linux é sustentável. É sustentável financeiramente porque qualquer pessoa, física ou jurídica pode usar gratuitamente. Pensem em uma cooperativa de artesãos que não possuem verba suficiente para investir em equipamento, mas que precisam de 1 computador para a parte administrativa.

Então eles compram uma máquina de 1000 reais. Pagam mais 200 reais de Windows Vista Business OEM, 400 reais de MS-Office Standart e 100 reais do Norton Internet Security 2009. Pra começar, o custo aumenta em 70%, passando de 1000 para 1700. Um hardware de 1000 reais vai ter problemas para rodar o pesado Windows Vista, e, por melhor que seja o soft de proteção de rede da Symantec, o computador está exposto a muito mais riscos do que se fosse em Linux.

Ou:

Então eles compram uma máquina de 1000 reais. Não pagam nada pelo Linux e pelo OpenOffice. Mantêm o custo em 1000 reais. O OpenOffice funciona perfeitamente bem (eu uso sem problema nenhum), é mais leve e mais integrado que o MS-Office. Se não acreditam, instale em sua máquina. Ele roda em Linux, Windows, OS X e OpenSolaris entre outros sistemas operacionais.

Mas sustentabilidade não para por aí. Linux é sustentável ambientalmente. o que fazer com aquela máquina antiga, digamos, um Pentium 2, com 128mb de ram e 4gb de disco rígido? Use linux e verá que ela funciona muito bem. Então a máquina que ainda funciona não vai para o lixo, não entulha nossos aterros sanitários (Acham o que? Que tem reciclagem? Existir, existe. Mas isso aqui é Brasil!) e serve para muita coisa.

Mas aí vem a grande questão... "Mas linux é tão difícil de mexer...". Isso era verdade em 95. Hoje temos várias distribuições com interfaces gráficas extremamente bonitas, ergométricas e funcionais. Tem mais opções gráficas que o Windows, essas opções são mais leves, ou seja, roda em computadores piores que o Windows exigiria. E se têm alguma dúvida, vejam meu desktop:


Lembro que eu personalizei para o que eu queria. Você pode fazer o mesmo.

Agora a pergunta que eu faço é: por que alguém ainda utiliza Windows?
Postar um comentário