sexta-feira, 30 de abril de 2010

Sobre TI e Meio-Ambiente

O Green Peace internacional soltou outra pesquisa sobre empresas de Tecnologia da Informação (TI) e como sua forma de produção afeta o meio-ambinete.

A primeira é o Guide to Greener Eletronics, que avalia as maiores empresas de procução de equipamentos de TI. Ele avalia apenas a forma de produção, observando como as empresa lidam com efluentes químicos, como é sua matriz energética e outros tópicos relevantes. Esse guia já se encontra em sua 14a edição.

Agora é o Cool It, em sua terceira edição, que avalia sob outros aspectos as principais empresas de TI do mundo, não importando seu ramo, se equipamento ou programa (hardware e software).

Abaixo segue o rank Cool It. O GreenPeace lançou-o por ordem alfabética. Eu o coloquei em ordem de posicionamento. A classificação vai de 0 a 100 e quanto maior a nota, melhor.

Cool It GreenPeace Rank

PT EMPRESA
62 Cisco
53 Ericson
42 IBM
41 HP
36 Fujitsu
33 Google
31 Microsoft
28 Dell
27 Intel
22 Nokia
SAP
Toshiba
18 Sharp
16 Sony
14 Panasonic

Procure sua empresa preferida e compare o rank dela com o da concorrente e descubra o quanto você apóia, através do seu consumo, a manutenção ou a destruição de nosso planeta. Faça esse exercício de auto-conhecimento e, se achar interessante, mude para um fornecedor mais bem classificado.

Fontes:
Cool It LeaderBoard
Guide to Greener Eletronics

terça-feira, 27 de abril de 2010

Sobre Vendedores e Consultores

Atualmente é muito comum você entrar em uma loja e ser atendido por um "consultor de vendas". "Consultor de vendas" é o novo nome do velho vendedor. Velho, não antigo, porque o antigo pode ser atual, mas o velho é velho. Ancião pode ser atual, apesar de antigo (idoso), pois possui sabedoria para vivenciar o mundo atual.

O tal do "consultor de vendas" é apenas um vendedor. Comprove isso você mesmo. Entre em uma loja de telefonia móvel. Espere um vendedor, chamado pela própria empresa de "consultor de vendas" te atender. Diga a ele sua necessidade de telefonia e veja se ele te oferecerá um plano de outra operadora. A resposta é não. Ele não oferecerá. Pior do que isso, ele nem conhecerá.

Já fiz isso em um banco com investimento. Entrei no banco A (no qual eu tinha conta) para saber se ele tinha um investimento equivalente ao do banco B (que eu pensava em abrir conta, mas que não abriria se tivesse um investimento equivalente). Além do atendente me falar que não tinha, disse que nenhum banco ofereceria um investimento daquele tipo. Bem, voltei pra casa e baixei, de novo, os documentos do investimento e vi que eu tinha razão e o atendente do banco A não. Que ele não conhecia nem seus principais concorrentes.

Isso é o que um vendedor faz: procura nos próprios produtos o que menos se difere da sua necessidade, e tenta te vender isso.

Já o consultor conhece o mercado, sabe as tecnologias disponíveis e sabe adequá-las à necessidade do cliente. Esse é seu grande diferencial. Na área da Tecnologia da Informação (TI), o consultor não é aquele que te oferece todas as "soluções" de uma mesma empresa, mas aquele que mescla as soluções disponíveis em um mix de produtos e serviços que realmente resolverão o problema do cliente.

As diferenças principais são o conhecimento da área e a liberdade de oferecer ao cliente aquilo que realmente é melhor para suprir a necessidade ou o desejo do cliente. Sempre que precisar contrate um consultor para estudar a sua necessidade e oferecer o melhor mix como solução; e fuja dos vendedores, pois eles não necessariamente conhecem o que você precisa, mas sabem muito bem a melhor forma de vender a você algo que não te trará os benefícios esperados.