quarta-feira, 19 de junho de 2013

De quem é a culpa?

Sim, esse texto procurará culpados. E, não, não falarei dos políticos e administradores públicos, muito menos do povo que os coloca lá, meu alvo preferido. Farei uma análise de um grupo de profissionais que possuem uma ENORME responsabilidade social, mas se abstém de exercê-la: os jornalistas.

Sim, a culpa é da imprensa. A despeito do povo colocar lá políticos incompetentes e/ou corruptos, a culpa é, sim, da imprensa! É ela que tem o dever de anunciar com tom de gravidade aquilo que atinge negativamente a sociedade. É ela quem tem o dever de informar a população o que acontece, e não informar à população o ponto de vista dos governantes.

Caso os jornalistas tenham esquecido, informar à população o que aconteceu é o dever de uma imprensa livre. Se não faz isso, não pode se chamar de livre.

Imprensa livre denuncia que o governo federal emitiu uma medida provisória (MP) que pode diminuir o valor da passagem e questionar, constante e insistentemente, os sindicatos patronais da área E os poderes públicos responsáveis pelo valor. Mesmo que uma MP tenha validade e possa ser revogada pelo congresso, TODA renúncia fiscal que possa beneficiar o povo DEVE beneficiá-lo. Deve perguntar por que aquilo que foi feito para facilitar a vida do cidadão e permitir uma tarifa menor é usado APENAS para aumentar o lucro de alguns poucos.

Imprensa livre é aquela que, quando há um decreto como o chamado "Bolsa Copa", denuncia incessantemente até que ele seja revogado.

Imprensa Livre questiona das formas mais enfáticas o conteúdo da PEC 37 junto aos legisladores.

Imprensa livre questiona por que os governos tratam protesto como distúrbio civil e envia o Choque ao invés de tratar como manifestação de pensamento e enviar negociadores.

Imprensa livre mostra mais os abusos da polícia que os abusos dos manifestantes.

Imprensa livre acompanha de perto TODOS os gastos governamentais e denuncia todos os que saem do caminho, e questiona constantemente esses erros.

Imprensa livre incentiva o povo a conhecer e exigir seus direitos.

Vemos que "imprensa livre" do Brasil nada mais é que uma imprensa que, de livre, não tem nada! Imprensa livre no Brasil, hoje, são as redes sociais. É o Youtube e o Vimeo onde foram postados os vídeos. Facebook e G+. Os blogs e o vlogs.

Quanto maior o veículo de comunicação, mais culpado ele é.

A culpa é dos jornalistas!
Postar um comentário