quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Black Bloc é fascista?

Em seu texto publicado na Carta Capital, Black Bloc e Democracia, Pedro Estevam Serrano diz:

"Como resultado da conduta recente dos black bloc, temos a ampliação da legitimidade social de atos de repressão contra o movimento social. Tratou-se portanto de um movimento de desobediência redutor de direitos e ampliador da potência repressiva do Estado.

Pouco importam as intenções políticas desse movimento de desobediência, se anarquista socialista, anarco-capitalista ou de direita. Seus resultados são fascistas. Assim se tornaram."

Esse tipo de pensamento é extremamente infeliz, errôneo e desproporcional.

Primeiro porque o Black Bloc não surge como modo de manifestação, mas como modo de enfretamento da violência estatal contra manifestantes não-violentos.

Segundo porque iguala uma tática utilizada por pessoas sem organização instituicional e/ou hierárquica a um movimento que depende de organização e hierarquia. Facismo depende de organização instituicional e hierarquia; Black Bloc não.

Terceiro porque joga a culpa da violência estatal em alguns dos poucos protetores das vítimas dessa violência. Isso mesmo: enquantos o Black Bloc segura a polícia em uma frente, inúmeros manifestante conseguem evadir-se do local do conflito. O que antes seria, como já foi, um massacre completo, agora possui uma válvula que segura a violência policial enquanto os mais fracos fogem.

Ora, senhor Serrano, o estado não começou a repressão violenta após o aparecimento do Black Bloc. Foi exatamente o contrário: o Black Bloc surgiu após o estado realizar suas ações de repressão desmedidas. Quais? Detenção para averiguação por porte de vinagre, por exemplo. Detenção sofrida, aliás, por um repórter do mesmo canal de comunicação que você, senhor Serrano.

Movimentos de desobediência civil são necessários sempre que o estado ultrapassa sua competência. Alguns não são violentos, outros são. O estado ultrapassou sua competência com violência, o Black Bloc reagiu com violência.

Apesar de sua atitude ser ilegal, politicamente é uma atitude legítima.

P.S.: Eu não faço, nunca fiz, e não tenho pretenção de utilizar a tática Black Bloc.